PALESTRANTES

 

VICENTE ABATE

Engenheiro metalurgista formado pela Escola de Engenharia Mauá, pós-graduado em
Tratamento Termomecânico de Metais pela Escola Politécnica da Universidade de São
Paulo, possui MBA em Marketing pela FGV-SP e Babson College dos EUA, além de PDE
(Programa de Desenvolvimento Estratégico) na Fundação Dom Cabral. É Consultor da Greenbrier Maxion e da Amsted Rail, diretor de diversas entidades setoriais, entre elas o SIMEFRE, e conselheiro de importantes associações do setor da mobilidade, como a ANPTrilhos.

    Presidente

    ABIFER

Marcello da Costa é o atual SECRETÁRIO NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES DO MINISTÉRIO DA INFRAESTRUTURA. Engenheiro civil formado pelo IME com especialização em fortificação e construção. É especialista em gerenciamento de projetos pela FGV e PMP certificado pelo PMI. Possui doutorado em engenharia de transportes pela UnB. Atuou como reponsável técnico, orçamentista e planejador de diversas obras relevantes fruto de colaboração do Exército Brasileiro com o DNIT, a INFRAERO, e governos estaduais e municipais, como trechos das transposição do rio São Francisco, duplicação da BR 101 (RN) e a implantação do terminal de passageiros 3 do aeroporto de Guarulhos. Possui publicações nas áreas de logísitca, pesquisa operacional e orçamentos de obras públicas.

  MARCELLO

   DA COSTA

Secretario Nacional

de Transportes Terrestres

 

BUDDHIMA INDRARATNA

Professor

University of Technology Sidney

O professor Buddhima Indraratna é formado em engenharia civil no Imperial College de Londres. Desde seu doutorado (Universidade de Alberta) em 1987, suas contribuições às engenharias geotécnicas e ferroviária foram reconhecidas com inúmeros prêmios nacionais e internacionais.

Atualmente, lidera vários projetos de pesquisa e que já atraíram mais de 26 milhões de dólares em financiamento. É consultor de diversas entidades de geotécnica e ferroviárias, como a Coffeus Geotechnics Arup, Sydney Trains, Dedicated Freight Corridor Corporation of India Ltda. Pubiclou mais de 800 trabalhos, incluindo 10 livros, mais de 400 artigos em periódicos e 70 artigos-chaves em todos os continentes. Até o momento, supervisionou 65 estudantes de doutorado e 35 estágios de pós-doutoramento.

O professor Indraratna é membro da prestigiada Academia Australiana de Ciências Tecnológicas e Engenharias (ATSE), do Instituto de Engenheiros da Autrália (FIEAust), da Sociadade Americana de Engenheiros Civis (ASCE) e da Sociedade Geológica do Reino Unido.

 
 

Mats Berg é professor de Tecnologia Ferroviária e Chefe da Unidade de Veículo Ferroviários na  KTH (Royal Institute of Technology) em Estocolmo, Suécia. Antes de fazer parte da KTH a partir de 1993, ele trabalhou na ABB Traction em Västerås e fez estágio de pós-doutoramento na Universidade da Califórna em Berkeley. Obeteve seu doutorado no Instituto de Tecnologia de Lund em 1987. Seu principal campo de pesquisa é a interação veículo-via com ênfase em aspectos da dinâmica estrutural, dinâmica de suspensões, dinâmica da via e desgaste roda-trilho. Ele também trabalha com com eficiência energética de veículos. O professor Berg é autor de diversos artigos e orientou muitos estudantes de doutorado durante sua carreira. Ele dá cursos de dinâmica veicular e engenharia ferroviária em programas de pós-graduação e também para engenheiros do setor ferroviário. Em 2009, participou da organização do 21st  International Symposium on Dynamics of Vehicles on Roads and Tracks (IAVSD´09). É membro da junta editorial dos periódicos Vehicle System Dynamics e do Journal of Rail and Rapid Transit.

MATS BERG

Professor

KTH Royal Institute of Technology

O professor Alejandro Toro Betancur faz parte do corpo docente da Universidad Nacional de Colombia em Medellín, instituição na qual também se graduou em engenharia mecânica (1997). Fez seu doutorado na Universidade de São Paulo (2001) em engenharia metalúrugica. Atua na área de tribologia e fadiga de contato, em particular para metais e biomateriais.

ALEJANDRO TORO

Professor

Universidade Nacional de Colombia

 

Engenheiro Civil formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (1999), possui MBA em Gestão Empresarial pela FDC (Fundação Dom Cabral - 2011) e pela Kellog University – EUA (2018). Trabalhou na Serra Azul Engenharia com projetos de saneamento básico por 2 anos. Ingressou na Vale em 2001 como trainee passando pelas áreas de via permanente, operações ferroviárias e engenharia. Foi gerente geral de engenharia ferroviária na VLI entre os anos de 2011 e 2020. Atualmente é o Gerente Executivo de Engenharia de Ferrovia, Porto, Usina e Mina do Corredor Sudeste da Vale.

JOÃO SILVA

Gerente Executivo

VALE

 

Pós-graduado em Engenharia Ferroviária, 16 anos de experiencia em Ferrovia, trabalhando em grandes projetos da VALE na implantação de trens longos com 440 e 660 vagões. Especialista em dinâmica ferroviária, é responsável pela elaboração de procedimentos operacionais dos trens superpesados com carga superiores a 56 mil toneladas. Em 2018 foi eleito ferroviário Padrão da VALE, recebendo o prêmio pela Revista Ferroviária por projetos que trouxeram considerável melhoria operacional.

DENIO FONSECA

Analista de Operações

VALE

 

Engenheiro Civil formado na UFES (2008), com especialização em Engenharia Ferroviária-IFES - 2008 e também Técnico em Edificações e Segurança do Trabalho pela antiga ETFES - 1997. Trabalhou na Vale de 2008 a 2012 com Engenharia de Via Permanente e antes disso com construção civil, de ferrovia e soldagem de trilhos. De 2012 a 2020, trabalhou na Fortescue Metals Group (FMG) na Austrália, dentre outras funções, como Superintendente de Engenharia do Porto e da Ferrovia, Gerente de Manutenção do Porto e Gerente de Manutenção de Material Rodante na Ferrovia. Atualmente é o Gerente do Centro de Excelência de Ferrovias da Vale.

RAFAEL GAIER

Gerente do Centro de Excelencia em Ferrovias

VALE

 

FELIPE MOREIRA

Gerente Geral de Manutenção e Engenharia

MRS

Felipe César Moreira Ciríaco é engenheiro mecânico pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), especializado em Transporte Ferroviário de Cargas pelo Instituto Militar de Engenharia (IME). Iniciou sua carreira ferroviária na indústria, atuando na área de projeto e construção de truques e vagões de carga. Desde 2005 trabalha na Engenharia da MRS Logística S.A., também focado em vagões de carga, mas com uma atuação mais abrangente (desenvolvimento de novos vagões e componentes, definição de estratégias de manutenção, atuação em estratégias operacionais e na investigação e prevenção de acidentes ferroviários). É também como docente em cursos de especialização ferroviária no IME e na Estácio. Este ano completa 18 anos de atuação direta na área de Engenharia Ferroviária.

 

Engenheiro eletricista pela UFSJ, com mestrado e cursando doutorado na UFPR. Também possui MBA em Gestão de Negócios e uma especialização em Ciência de Dados e Big Data. Possui experiência em desenvolvimento de projetos de P&D, incluindo iniciativas de inteligência artificial e automação. Atualmente atua em inovação aberta na Rumo Logística com o objetivo de despertar o intraempreendedorismo, facilitar a inovação e o desenvolvimento de novas tecnologias, com foco em aumentar a segurança e eficiência operacional da empresa.

RAFAEL PINTO

Inovação Aberta

RUMO

 

LEONARDO SOARES

Formado em Eng. Elétrica, sinalização metroferroviária pela Universidade Federal de Juiz de Fora, pós graduado em segurança do trabalho pela UFJF e em Engenharia de Transporte Ferroviário de Carga pelo Instituto Militar de Engenharia. Possui larga experiência em engenharia ferroviária e atualmente é gerente de engenharia de desenvolvimento ferroviário na Rumo, membro da Associação de Engenharia de Manutenção de Via Permanente Americana (AREMA) e Colaborador técnico convidado pelo SIMEFRE (ABNT) para os trabalhos de normatização do setor ferroviário brasileiro.

Gerente de Engenharia

RUMO

 

Engenheiro mecânico graduado pela Universidade Federal de Juiz de Fora, mestrando no Instituto Militar de Engenharia em Engenharia de Transportes. Desde 2020 trabalha na VLI Logística como especialista de Material Rodante, com foco em vagões (projetos e manutenção) e dinâmica ferroviária por meio de simulações multicorpos. Trabalhou na MRS Logística por 8 anos na área de dinâmica ferroviária, utilizando software VAMPIRE e realizando análises por meio de dados de instrumentação em campo. É docente nos cursos de especialização ferroviária da PUC Minas e IPOG.

     LUCAS DE

CASTRO VALENTE

Especialista em Material Rodante

VLI

 
 

ANDRÉ FARDIN

Engenheiro civil formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), com período sanduíche na Universität Duisburg-Essen (Uni-DuE, Alemanha), mestre em Engenharia Civil/Geotecnia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ). Atualmente é aluno de doutorado da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) com estudo focado na degradação da camada de lastro e comportamento mecânico do pavimento ferroviário, fazendo parte do projeto para Determinação do Módulo de Via na Estrada de Ferro Vitória-Minas, em parceria com a Vale S.A..

Pesquisador

USP

 

Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Pará (2016) e mestre em Infraestrutura de Transportes pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - EPUSP (2018). Em sua pesquisa de mestrado avaliou o uso de geocomposto como reforço em subestruturas ferroviárias, abordando a construção, instrumentação e o monitoramento de trechos experimentais em vias operadas pelas empresas MRS Logística S.A. e VLI Multimodal S.A., ambas localizadas na região de Piaçaguera (SP). Atualmente é aluno de doutorado em Infraestrutura de Transportes também pela EPUSP, possuindo como enfoque o estudo da otimização dos processos de manutenção (alinhamento, nivelamento, socaria e estabilização dinâmica de lastro - DGS), para melhoria das condições operacionais da via permanente da Estrada de Ferro Carajás, sendo esta pesquisa realizada em parceria com a empresa Vale S.A..

PAULO MORAES

Pesquisador

USP

 

Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS (2018). Atualmente é aluno de mestrado em Engenharia de Estruturas pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – EPUSP, possuindo como enfoque o estudo da otimização dos processos de manutenção de ferrovias (socaria e estabilização dinâmica de lastro – DGS) através de modelos computacionais, a fim de melhorar as condições operacionais da via permanente da Estrada de Ferro Carajás, sendo esta pesquisa realizada em parceria com a empresa Vale S.A..

   SÍLVIO TUMELERO

Pesquisador

USP

 

Possui bacharelado (2013), mestrado (2015) e doutorado (2019) em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Desde 2020, é Professor da UFES no Departamento de Engenharia Mecânica. Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Ciência e Engenharia de Materiais, atuando principalmente nos seguintes temas: tribologia, materiais cerâmicos, defeitos em rodas ferroviárias.

   NATHAN FANTECELLE

Professor

UFES

THIAGO COUSSEAU

Professor

UTFPR

Mestre em Engenharia Mecânica (2010) e Doutor em Tribologia pela Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade do Porto - Portugal (2013), Pós-Doutorado em Tribologia aplicada a motores de combustão interna pela Escola Politécnica da USP (2016) e Professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná desde 2016. Atuou como pesquisador no departamento de Tribologia do Instituto de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial (INEGI-Portugal) por 6 anos, e participou como pesquisador dos grupos de Pesquisa da Universidade de Lulea (Suécia) e da SKF-ERC (Holanda) com foco na análise de graxas lubrificantes. Atua há 13 anos com pesquisa associada à lubrificação de elementos de máquinas, e nos últimos 5 tem coordenado projetos na área de lubrificação em parceria com a indústria com foco em transferência de tecnologia.